fbpx

Veja quinze mitos automotivos

O mundo automotivo está repleto de mitos e equívocos. Os motoristas de primeira viagem são os que mais sofrem com as verdades e os mitos sobre carros.

Confira os 15 mitos automotivos:

1- LAVAR O MOTOR

Foto: Agência Estadão
Foto: Agência Estadão

A prática não é mais recomendada por engenheiros, pois pode danificar componentes elétricos e eletrônicos que ficam no cofre do motor. Se a sujeira incomodar, procure ajuda especializada.

2- FAROL DE NEBLINA

Foto: Agência Estadão
Foto: Agência Estadão

Os faróis de neblina devem ser usados, como o nome diz, com neblina. Durante o dia, a lei agora pede que os faróis baixos sejam usados, portanto, eles não servem. À noite, são insuficientes para iluminar o caminho, já que têm luz mais fraca e difusa. Use-os sempre junto com os faróis principais. E não adianta colocar lâmpadas mais fortes, já que o facho do farol de neblina só faz criar um clarão incômodo e sem forma à frente do carro.

3 – SPRAY NO FUNDO DO CARRO

Foto: Agência Estadão
Foto: Agência Estadão

Borrifar produtos químicos na parte de baixo do carro é uma prática antiga, que não é mais necessária hoje em dia. Esses produtos podem atacar a borracha de mangueiras e terminais de suspensão e direção, diminuindo sua vida útil. Se estiver muito sujo, ou for algo incômodo ao dono do carro, é melhor lavar com água em alta pressão mesmo.

4 – SÓ ÁGUA NO RADIADOR

Foto: Agência Estadão
Foto: Agência Estadão

Foi-se o tempo que era possível completar com apenas água o nível do radiador. A água da torneira pode contaminar o sistema, acelerando a corrosão dos componentes. Além disso, muitos motores trabalham a temperaturas acima do ponto de ebulição da água, mesmo sob pressão no sistema de arrefecimento. Assim, um aditivo é indispensável ao funcionamento do propulsor.

5 – PASSAR NA LOMBADA FREANDO

Foto: Agência Estadão
Foto: Agência Estadão

Se não deu tempo de frear o suficiente para passar numa lombada, evite transpô-la com o pé no freio. Reduza o quanto for possível antes, mas alivie o pé ao passar pelo obstáculo. Isso vai levantar a frente do carro e evitar raspões piores na parte de baixo do motor. Respire fundo e deixe a suspensão trabalhar.

6 – NÃO MISTURAR GASOLINA E ETANOL NO TANQUE

Foto: Agência Estadão
Foto: Agência Estadão

Há um mito de que não se pode misturar grandes quantidades de gasolina e etanol no tanque do carro. Isso não é verdade, visto que os sensores localizados na central eletrônica e as peças do sistema de combustível são todas preparadas para identificar e lidar com qualquer volume dos dois, permitindo que o carro funcione da melhor maneira possível.

7 – PONTO MORTO NÃO ECONOMIZA MAIS COMBUSTÍVEL

Foto: Agência Estadão
Foto: Agência Estadão

Ao contrário do que se diz a crença popular, da época dos carros com carburador, colocar o carro no ponto morto, como é popularmente conhecido, não ajuda a economizar combustível. O sistema de injeção eletrônica continua enviando combustível, mesmo assim. Para conseguir economizar, basta tirar o pé do acelerador e aí o carro vai entender que não está sendo requisitado e injetar apenas o necessário para manter o motor funcionando.

8 – FUNÇÃO DO FREIO ABS NÃO É REDUZIR ESPAÇO DE FRENAGEM

Foto: Agência Estadão
Foto: Agência Estadão

Há a crença de que os freios ABS ajudam a reduzir o espaço de frenagem. Isso pode até ocorrer, dependendo da situação, mas não é a sua função. O sistema evita o travamento das rodas em uma frenagem, permitindo ao motorista ter o controle do volante durante a operação e reduzindo o risco de acidentes.

9 – ACELERAR O CARRO ANTES DE DESLIGAR

Foto: Agência Estadão
Foto: Agência Estadão

Acelerar o carro antes de desligar também é um mito que caiu com o carburador. Havia a prática em carros carburados para tentar facilitar a próxima partida ao deixar a gasolina ou etanol na linha de combustível, reduzindo o esforço da bomba para puxar. O problema é o combustível que fica no cilindro e não é queimado retira o fio de óleo que envolve os pistões, gerando maior atrito na próxima partida e desgastando mais as peças.

10 – COLOCAR O CÂMBIO AUTOMÁTICO EM NEUTRO NAS PARADAS

Foto: Agência Estadão
Foto: Agência Estadão

Ao contrário do mito, não é preciso colocar o câmbio em neutro nas paradas em semáforos. Ele não será sobrecarregado por, supostamente, querer acelerar enquanto você segura o veículo no freio. Enquanto o carro estiver ligado haverá lubrificação dos componentes e na verdade a troca de neutro para drive ou vice-versa o tempo todo, pode levar na verdade a um desgaste maior e prematuro dos tambores de acoplamento.

11 – PNEU NOVO NA FRENTE OU ATRÁS?

Foto: Agência Estadão
Foto: Agência Estadão

Pneus novos na frente ou atrás? Muitos pensam que, se for necessário trocar apenas dois pneus (em vez dos quatro), é melhor instalá-los no eixo traseiro. O correto, porém, é colocar a dupla nova na frente, porque são as rodas direcionais, e onde normalmente está a tração e o maior peso.

12 – PASSAR NO RADAR EM ALTÍSSIMA VELOCIDADE

Foto: Agência Estadão
Foto: Agência Estadão

Há quem diga que radares não conseguem detectar veículos em altíssima velocidade. Mas esse flagra feito pela Polícia Rodoviária Federal no Rio Grande do Sul, durante o fim de semana, prova o contrário: o registro mostra uma moto a 251 km/h.

13 – GASOLINA PREMIUM NÃO AUMENTA POTÊNCIA DO CARRO

Foto: Agência Estadão
Foto: Agência Estadão

Gasolina do tipo premium aumenta a potência do carro? Não, é mito. Há motores, principalmente os mais avançados, que funcionam melhor com combustível de maior octanagem (como no caso da premium). Mas ela apenas permite que o motor renda o seu máximo. Na maioria dos motores, não faz nenhuma diferença.

14 – NÃO PASSE POR LOMBADAS NA DIAGONAL

Foto: Claudio Teixeira/AE
Foto: Agência Estadão

Passar sobre lombadas na diagonal é melhor para o carro? Não, é mito. Esse tipo de manobra provoca uma torção desnecessária no monobloco do veículo, o que deve ser evitado. O melhor é passar com o carro na perpendicular, ou seja, com as duas rodas subindo na lombada ao mesmo tempo.

15 – CÂMBIO MANUAL X CÂMBIO AUTOMÁTICOS/AUTOMATIZADOS

carro15
Foto: Agência Estadão

Câmbio manual é melhor para quem gosta de desempenho? Não, é mito. Atualmente, há sistemas automatizados com dupla embreagem, capazes de fazer trocas mais rápidas do que um piloto profissional conseguiria em uma transmissão manual.

Fonte: Site Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *