fbpx

5 coisas que você precisa saber antes de abrir um posto de combustível

São mais de 53 milhões de carros nas ruas de todo o Brasil. Só na maior metrópole do Brasil, São Paulo, são proporcionalmente 7,4 veículos para cada 10 habitantes. Com números desse porte, fica fácil entender porque abrir um posto de combustível tem sido visto cada vez mais como um bom negócio.

Setores que trabalham com itens de necessidade básica da população, como o alimentício, por exemplo, são mais resistentes às crises econômicas. E como os números evidenciam, o combustível também tornou-se essencial na vida das pessoas.

Mas claro, isso não é tudo para você simplesmente investir o seu dinheiro de olhos fechados. Que tipo de serviços você irá oferecer no seu posto, considerando que há muito tempo os postos não ofertam apenas combustíveis? Qual será o valor do meu investimento? E em quanto tempo eu devo ter retorno?

Para o seu negócio ter sucesso garantido, nós vamos te mostrar cinco coisas que você precisa saber antes de abrir um posto de combustível.

Franquia ou começar do zero?

Este é um ponto que merece reflexão: ao abrir um posto, você pode selecionar uma franquia ou simplesmente começar do zero. Cada um possui suas vantagens e desvantagens. Ao optar por uma bandeira (Petrobras, Ipiranga, Shell, Ale, entre outras), a distribuidora pode arcar com alguns custos da construção e da abertura do posto, mas a compra de combustíveis fica restrita a esta marca.

Se você for “bandeira branca”, logicamente terá de correr atrás de tudo e investir mais. A vantagem, entretanto, é negociar com diferentes fornecedores de combustível, escolhendo sempre aquele que for mais interessante para o negócio.

Investimento e retorno

Seja como franquia ou bandeira branca, o custo para abrir um posto de combustível não é menor do que R$ 600 mil e pode chegar até R$ 1,5 milhão. Estima-se que o retorno de investimento é atingido entre 16 e 18 meses. O faturamento mensal costuma ser de 40 a 80 mil reais, o que varia de acordo com os quesitos listados a seguir.

Localização faz a diferença

O sucesso do seu posto de combustível está correlacionado com a sua localização. Considere aspectos como acessibilidade, visualização do local, fluxo de veículos, iluminação, segurança, concorrência nas redondezas, entre outros aspectos. Naturalmente, quanto melhor o ponto, maior será o custo da locação.

Uma dica é que você não necessariamente precisa montar o seu posto em uma área nobre. Afinal, um dos segredos para um posto de combustível ser rentável é atender todas as classes, o que não prejudica o seu retorno financeiro.

Infraestrutura

Além dos equipamentos necessários, como bombas e filtros de combustível, tanques de armazenamento e equipamentos de lubrificação e limpeza, é importante que você amplie sua margem de lucro com outros serviços. Que tal investir em um posto de conveniência? Serviços de lavagem e troca de óleo também podem fazer a diferença.

Licenças obrigatórias

Siga todas as regras do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) e da Agência Nacional do Petróleo (ANP), além de verificar junto à Prefeitura ou Governo Estadual quais são os demais requisitos necessários.

Gostou das dicas? Clique aqui para conhecer outro serviço indispensável para o seu posto: o software de gestão da Quality Automação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *